O alumínio e sua excelente condutividade elétrica.

Condutores são materiais que possibilitam a movimentação de cargas elétricas em seu interior com grande facilidade. Esses materiais possuem uma grande quantidade de elétrons livres, que podem ser conduzidos quando neles aplicamos uma diferença de potencial. Entre esses materiais, o alumínio é um dos que mais se destaca no setor elétrico devido a sua excelente condutividade.


O alumínio é um metal que tem uma série de vantagens e benefícios como: sua leveza, resistência à corrosão, não é tóxico, é bem maleável e com baixo ponto de fusão. Estas são características que lhe conferem uma multiplicidade de aplicações que conquistou o mercado, em especial o do setor elétrico.


De maneira geral, em toda aplicação elétrica em que a relação entre a condutividade e a leveza for otimizada, e desde que não haja limitações de área, o alumínio pode ser utilizado. Entre as possibilidades de aplicação do alumínio neste setor pode-se destacar as linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica, as indústrias de transformadores a seco, a construção civil, para condução de energia em galpões e prédios, sistemas de para-raios, bem como a indústria de motores elétricos.


Ainda no segmento de energia elétrica, a ampla aplicação do alumínio no setor é explicada pelo excelente custo-benefício que ele favorece. A principal vantagem do alumínio é a relação de condutividade elétrica por conta de seu peso leve, o que o torna particularmente interessante para tais aplicações. O alumínio é aproximadamente 66% mais leve e conduz 61% da energia elétrica quando comparado ao cobre, por exemplo.


Outro ponto que evidencia as vantagens do alumínio é seu caráter sustentável. Este metal é infinitamente reciclável, assim o produto pode ser facilmente produzido a partir outras peças de alumínio que já foram utilizadas, poupando o planeta da extração de mais minério e de maior dispêndio de energia para ser produzido. O alumínio, quando reciclado, consome 19 vezes menos energia do que quando obtido a partir do minério bruto.


Assim sendo, o setor elétrico teve uma excelente escolha ao adotar o alumínio como uma de suas principais matérias primas.